Câmara de Bayeux analisa nesta segunda pedido de cassação de Berg

De acordo com o presidente da Câmara Municipal, Mauri Batista (Noquinha do PSL), para que a comissão processante seja instalada o pedido de cassação de Berg Lima deve contar com nove dos 17 votos

Mais política | Em 17/07/17 às 09h02, atualizado em 17/07/17 às 10h39 | Por Redação
Reprodução/Instagram/berglimapb
Prefeito afastado de Bayeux, Berg Lima

A possível cassação do prefeito afastado de Bayeux, Berg Lima (Podemos), começará a ser analisada pelos vereadores nesta segunda-feira (17), em sessão que deve acontecer a partir das 15h. O pedido para que o gestor seja cassado foi apresentado pelo vereador Adriano Martins (PMDB).Comente no fim da matéria.

Leia também: Oposição protocola pedido de cassação de Berg Lima

De acordo com o presidente da Câmara Municipal, Mauri Batista (Noquinha do PSL), para que a comissão processante seja instalada o pedido de cassação de Berg Lima deve contar com nove dos 17 votos. 

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

Ele explicou que a comissão será formada por um presidente, relator e um membro, ficando de fora o autor do pedido de cassação.

Caso a comissão seja instalada, o prefeito afastado será notificado para apresentar sua defesa. 

A expectativa é que todo o processo dure em torno de 90 dias, caso siga todo o trâmite legal.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

Atenção

Fechar